A Economia Antiga Moses I. Finley

ISBN:

Published:

Paperback

291 pages


Description

A Economia Antiga  by  Moses I. Finley

A Economia Antiga by Moses I. Finley
| Paperback | PDF, EPUB, FB2, DjVu, AUDIO, mp3, RTF | 291 pages | ISBN: | 6.14 Mb

(...)É paradoxal que tenha escrito um livro intitulado A Economia Antiga ao mesmo tempo que afirmo que os próprios gregos e romanos não possuiam qualquer conceito de economia. Explico porquê no primeiro capítulo , onde também explico estaMore(...)É paradoxal que tenha escrito um livro intitulado A Economia Antiga ao mesmo tempo que afirmo que os próprios gregos e romanos não possuiam qualquer conceito de economia. Explico porquê no primeiro capítulo , onde também explico esta tentativa de analisar um objecto que não era reconhecido como tal, na época, pelos próprios participantes.

(...) Se o leitor não se deixar convencer (ou, se pelo menos, se não estiver disposto a admitira hipótese) de que economia e económico são, no seu sentido corrente, termos e conceitos modernos, produtos de capitalismo moderno que não podem ser aplicados de maneira automática - como se as atitudes práticas que implicam fossem inatas ao homem - a outras formações sociais, então o resto do livro não terá nem ponto de partida nem coerência interna.Escrevi como se fossem inatas ao homem deliberadamente, dando às palavras o seu sentido quase literal.

Muito do que se escreve no Ocidente sobre história económica parte do princípio - às vezes explício - de que o homem naturalmente regateia, cacula e procura um lucro pela troca. (...) E é justamente esta a concepção qye pretendo pôr em causa. Aquilo que se conhece na história mundial, e da história antiga, parece-me provar de maneira concludente que o modelo da bolota-que-se-transforma-em-carvalho é um modelo falso. Dito de outra maneira, a história económica da Europa, desde a Baixa Idade Média até aos nossos dias, é uma história única e singela porquanto as restantes formações sociais não evoluiram em direcção ao capitalismo moderno (excepto quando este lhes foi imposto pelos europeus).

Isso não quer dizer que essas formações fossem estáticas. Significa antes que devemos reconhecer, com tudo o que isto implica, a existência não apenas de formações não-capitalistas como também de transformações não-capitalistas.



Enter the sum





Related Archive Books



Related Books


Comments

Comments for "A Economia Antiga":


cammiebento.com

©2008-2015 | DMCA | Contact us